Thursday, April 27, 2006

Prólogo

06/06/1977 – Alice Lupin nasce em New Orleans.
15/08/1982 – Alice começa a ter pesadelos com uma cidade com estranhos habitantes.
23/11/1983 – Alice passa por um tratamento psicológico, devido a surtos de paranóia onde ela afirma que o mundo em que ela vive não passa de mentira. Para que Alice dormisse tranqüila, o médico recomenda o uso de pílulas para dormir. As crises diminuíram.
19/12/1993 – Durante a semana próxima ao Natal os pais de Alice resolveram suspender o medicamento, por acharem que Alice estava curada. Alice volta a ter pesadelos.
25/12/1993 – Alice encontra seus pais mortos com os corpos completamente dilacerados. Ninguém conseguiu explicar o fato. Somente Alice sabe que a causa da morte foi seus sonhos. Alice entra em estado de depressão, fazendo-a desejar a morte mais que tudo.
27/06/1994 – Alice conhece um rapaz que diz ser capaz de conversar com os mortos e reanimá-los também. Ele se propôs a ensinar tal segredo caso eles fizessem um pacto... A possibilidade de Alice conversar novamente com seus pais fez com que ela aceitasse. O primeiro passo do rapaz foi ensinar Alice a desenvolver uma Intuição Mágica. Ele também ensinou Ocultismo e a língua hebraica para que ela pudesse fazer magia. Por último ele ensinou o Lore of Death e magias para conjurar e esconjurar as criaturas relacionadas à Morte.
08/07/1995 – Alice resolve engajar no FBI.
30/09/1999 – Para enfrentar um caso onde ela se depara com um monte de zumbis Alice invoca um Anjo da Morte para ajudá-la a combater os zumbis. A batalha foi árdua, e enquanto ela enfrentava o conjurer, Alice foi atingida por uma criatura. Antes de cair desacordada, Alice vê de relance um enorme clarão. Alice volta a ter pesadelos. Pesadelos onde o Arcanjo da Morte Togarini a visita dizendo que ainda não é a sua hora. Pesadelos onde Geburah promete ajudá-la a se vingar do demônio que matou seus pais e aumentar suas habilidades caso ela prometesse fazer justiça com os conhecimentos que ela tinha. Justiça acima de tudo.
01/10/2000 – Alice acorda no hospital com uma amiga dos tempos de colégio, um amigo do FBI e o amigo que ensinou Alice a utilizar magia.

Thorn Magnussen – O Conjurer – se aproxima de Alice com uma cara desolada e diz que ela nunca mais poderá ter filhos. Ele passa a mão delicadamente em cima de uma cicatriz tripla na região do abdômen (10 cm aproximadamente).

Jean Baptiste O’Toole – O Agente – fala que Alice deveria ter esperado reforços. Que ela não deveria ter enfrentado uma quadrilha de desmanche chinesa sozinha.

Liandra Margeau – A Charlatã – resmunga que a vida é mais do que a gente imagina.
No fim os três estavam contentes por ela ter acordado do coma. Apesar da alegria algo os dava arrepios

..../2002 – Alice vai encontrar com velhos amigos de colégio. Ela ficou sabendo que eles andaram tendo problemas numa viagem ao Caribe. Alice espera que eles estejam bem...

No comments: